Especialistas dizem que uma pessoa comum pode aprender a comprar uma moradia, tal como o fazem os investidores.
A alta procura fez com que seja difícil encontrar preços baixos, no entanto, alguns especialistas afirmam que existem algumas chaves para aproveitar as oportunidades que o mercado oferece para adquirir uma casa ou apartamento menor preço que o entregue na lista.
José Antonio Araneda, gerente comercial do Grupo Beltec, diz-nos que “Qualquer pessoa que quer ser mini-investidor ou aquisição de uma casa para uso particular poderá fazê-lo na medida em que tenha capacidade de crédito e algum conhecimento. Só é preciso estar atenta às oportunidades que vão surgindo”.
CHAVES
Os especialistas concordam em que a compra de projectos em branco gera grandes oportunidades. Neste período de construção pode-se conseguir preços de 10% a 15% em saldos em relação com o momento da entrega imediata, em verde apenas se encontrarão 8% a 10%. Araneda afirma que “Além disso, essa alternativa conta com o benefício da disponibilidade, pois permite a você escolher a melhor orientação e uma série de opções que se esgotam à medida que aumenta a demanda pelo projeto”.
João Campos, gerente geral de Empresas FTM, acrescenta que as primeiras unidades que se compram em branco são vendidos com melhores condições, preços bastante mais convenientes, alternativas de cotas para o pagamento do pé. Isso é para poder testar a aceitação do projeto no mercado.
Tomás Cartagena, diretor executivo da Best Place to Live”, diz-nos que as pessoas “devem estar sempre atentas a mercado. Os portais web e, principalmente, as áreas de oportunidades que estão cada vez mais aparecendo nos sites das companhias”, desta forma recomenda que as pessoas se inscrevam em imobiliário, permitindo-lhes que entrem em contato para futuros lançamentos.
Outra chance de preços mais convenientes é comprar as reservas fracassadas, estas são as unidades de um projeto que foram reservadas, mas não se finiquitaron suas vendas. “Isso gera especialmente quando as casas são comprados com créditos hipotecários, nos quais a preaprobación se distância até 2 ou 3 anos de entrega imediata”, explica João Antonio Araneda. É por isso que se recomenda que os compradores se inscrever em listas de espera diante da queda de uma venda. Acrescentando que “por exemplo, em um projeto onde a reserva foi feita a partir de 2015, e a entrega está fixada para 2018 podem acontecer muitas coisas, como ficar sem trabalho viver uma separação ou optar por um outro investimento que se enquadre às suas necessidades pontuais. Isso faz com que existam reservas fracassadas e que voltem a estar disponíveis unidades que se encontravam esgotadas”. Também nos diz que “se estão esgotados todos os apartamentos de um quarto com orientação oriente é bom solicitar à imobiliária que informe, em caso de falha de uma venda e se gera uma unidade disponível, o que pode estar acompanhado, também, de um melhor preço, se o projeto está vendendo as últimas unidades”.
Outras oportunidades para comprar são as promoções, estas respondem à necessidade de dar-lhe saída para um estoque que não foi comprado ou de equilibrar a oferta.
“Por isso, os interessados devem ficar atentos às oportunidades que são geradas ao longo do período de venda, já que é possível encontrar um desconto interessante dentro de um projeto imobiliário”.
Araneda reconhece que, apesar de 80% a 90% dos compradores que usam estratégias de compra são investidores, acredita firmemente que uma pessoa pode ter acesso a bons preços, através dessas “dicas”. “Qualquer pessoa que tenha o desejo de ser um mini-investidor ou está à procura de uma propriedade como primeira ou segunda habitação pode aproveitar essas chaves”.
RECOMENDAÇÕES
João Campos diz para comprar uma casa sempre tem que se informar, cotar e contratar por especialistas, principalmente se a pessoa não tem tempo. “Há uma série de portais relacionados com o mundo imobiliário, mas nem sempre o que aparece como a oferta é tal, por isso é melhor aconselhar-se e não se deixar levar por impulsos marketeros”.
Aponta que as pessoas devem ter clareza sobre o que quer comprar, quanto à localização, tamanho e preço. “É fundamental que sejam muito responsáveis na escolha e paguem dividendos que possam resolver com tranquilidade. Recomendo também ser negociadas com o tempo sua opção hipotecária, para, assim, obter as melhores condições existentes no mercado. Devem considerar, além disso, que estão comprando um bem futuro possa ser um investimento atraente no que diz respeito ao retorno que possam exigir.”
Aproveitar as redes sociais

Posted in Sem categoria