Três fatores que influenciam a rentabilidade de um imóvel

Um dos fatores que mais preocupa quem decidir investir em imóveis, é o relacionado com a rentabilidade. Haverá bons ganhos? Será que valerá a pena o risco que supõe um investimento deste tipo? Quanto poderei ganhar ao final do negócio? Estas são apenas algumas das questões que rondam os investidores.
Portanto, é necessário considerar alguns elementos que costumam ser importantes a tomar em conta quando falamos de rentabilidade, e eu os apresento a seguir:
Fase de aquisição do imóvel
Um elemento que costuma ser determinante para o cálculo da rentabilidade de um imóvel, tem que ver com o momento em que a propriedade é adquirida. Em outros posts que te temos falado sobre “Em que fase de um projeto imobiliário, é mais conveniente investir? ”
De todas maneiras, há uma premissa que resume isso: “antes que se faça o investimento, maior será o retorno”. Comprar em branco ou verde, costuma trazer os melhores resultados para o futuro.
Tamanho do departamento
Na atualidade, há um fenômeno evidenciado no mundo dos investimentos imobiliários e está relacionado com a preferência, por parte de um número significativo de moradores, de apartamentos pequenos, uma vez que se traduzem em menor mensalidade de aluguel e menores despesas comuns.
Portanto, ao ser preferido por aqueles que estão dispostos a viver lá, pode ser uma melhor opção para os investidores. Neste post contamos-lhe: “Por que investir em apartamentos pequenos? “.
Comuna em que se investe
Tal e como eu disse em algum momento, o mais recomendado é investir em comunas centrais e com formatos pequenos, devido a que são ocupados com rapidez.
Neste sentido, Santiago Centro, a Estação Central, São Miguel e até mesmo São paulo, oferecem boas perspectivas para os investidores, por se tratar de áreas que contam com todo o necessário para tornar-se uma alternativa atraente para se viver.

Posted in Sem categoria